O ácido fólico é uma vitamina do complexo B especificamente B9. A presença adequada de ácido fólico é muito importante nas fases de crescimento e desenvolvimento do corpo humano. Esta vitamina participa da formação e multiplicação de todas as células, incluindo as células sanguíneas, as células de defesa e as da formação de proteínas.

É também eficaz no tratamento de algumas anemias, na manutenção dos espermatozóides saudáveis, reduz o risco do Mal de Alzheimer, é indispensável para uma gravidez saudável, aumenta a lactação, melhora as ulcerações orais, auxilia no tratamento da depressão, ajuda na prevenção de doenças cardíacas, derrame e no controle da hipertensão.

As melhores fontes de ácido fólico são:

• Grãos: Feijões roxos e feijões manteiga também conhecido como fava;
• Vegetais: verde-escuros (como espinafre, aspargo, brócolis);
• Carne magra e fígado
• Batatas e pão integral

Cuidado ao preparar esses alimentos, pois entre 50% e 95% do ácido fólico é oxidado, pois reage com o oxigênio e é destruído, quando o alimento é cozido ou processado.

Para que ocorra essa conversãoem nosso organismo do ácido fólico, é necessário o uso de vitamina B12, ou seja, se há deficiência de vitamina B12, certamente haverá deficiência de ácido fólico. Porém, quando suplementado em altas doses, o ácido fólico, pode mascarar a falta de vitamina B12, sendo necessário um acompanhamento rigoroso e regular na suplementação.

Ingerir uma dose excessiva de ácido fólico pode resultar em problemas digestivos, dor de estômago, náusea e reações cutâneas tipo urticária. A quantidade acima de 5000 microgramas de ácido fólico por dia é considerada perigosa.

   Idade/Momento de vida                  Quantidades            
0 - 6 meses 65 microgramas/ dia
7- 12 meses 80 microgramas/ dia
1 a 3 anos 150 microgramas/ dia
4 a 8 anos 200 microgramas/ dia
9 a 13 anos 300 microgramas/ dia
14 anos em diante 400 microgramas/ dia
Gestantes 600 microgramas/ dia
Lactantes 500 microgramas/ dia

Fonte: Institute of Medicine of the National Academies